quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Tempos de Colegial Cap. 68

Danile: - Me diz que você não contou a ela.
Euzi: - Eu não contei nada, mas você sabe como ela é, quando eu vi, ela já estava falando com ele.
Danile: - Ela foi falar com ele? Eu pedi que ela não se metesse.
Euzi: - Acontece que ela está preocupada com você. E o teu silêncio não tá ajudando.
Danile: - Eu tenho medo que ela se comprometa tentando me ajudar.
Euzi: - Ela já se comprometeu. Quando eu cheguei ela já tinha falado com ele sobre aquilo.
Danile: - Mas ela não contou que eu vou me casar, não é?
Euzi: - Eu acho que não, mas não tenho certeza. Você tem que resolver isso logo, ou ela vai se meter em problemas.
Danile: - Eu sei, ela me prometeu que não ia se envolver.
Euzi: - Mas não adiantou. Dani, a Emi foi falar com ele! Por favor resolva logo, é sério.
Danile: - Eu sei, acontece que eu não quero ter que me mudar de novo nem perder minhas amigas.
Euzi: - Se ele for tão perigoso quanto você diz, temos que chamar a polícia.
Danile: - Eu tenho medo, ele pode tentar alguma coisa. Não era pra ele ter me visto com elas, ele não pode saber que eu vou me casar.
Euzi: - Por que não? Dani você tem que começar a confiar na gente. Talvez possamos te ajudar.
Danile: - Eu tenho medo que você se machuquem tentando me ajudar. Eu estou num beco sem saída! Ah meu Deus, por que isso foi acontecer comigo?
Euzi: - Dani, por favor, podemos ajudar!
Danile: - Como? Se nem a polícia conseguiu.
Euzi: - A polícia? Dani você está me assustando. Por favor, me conta o que está acontecendo.
Danile: - Diego é meu ex-namorado.
Euzi: - Isso eu já sei.
Danile: - Eu terminei com ele quando descobri que ele usava drogas. Uma vez, por acidente, vi quando ele vendia drogas pra uns garotos no portão da escola onde ele estudava. Ele não sabe que eu o vi, só sabe que eu terminei com ele por causa das drogas.
Euzi: - Eu não entendo. Se ele não sabe que você sabe, então por que você tem tanto medo dele?
Danile: - Ele é perigoso.
Euzi: - Perigoso quanto?
Danile: - Ele matou o meu pai.
Euzi: - O quê?
Danile: - É isso mesmo.
Euzi: - Dani não brinca comigo, seu pai está viajando.
Danile: - É a mais pura verdade. Meu pai tentou me proteger e ele o matou.
Euzi: - Dani você deixou sua melhor amiga falar com um assassino?
Danile: - Euzi, por favor, não me atormente mais.
Euzi: - Me desculpa mas, isso é demais pra mim. Como ele matou o seu pai? Por quê?
Danile: - Meu pai discutiu com ele, tentou dizer a ele que me deixasse em paz, mas ele estava tão chapado que...
Euzi: - Que o quê?
Danile: - Meu pai lutou com ele, foi quando a arma disparou e meu pai caiu bem na minha frente.
Euzi: - Oh Dani eu sinto muito.
Danile: - Eu ainda tenho pesadelos.
Euzi: Ele não deveria estar preso?
Danile: - Eu não sei como ele saiu da prisão. Só sei que ele não vai me deixar em paz.
Euzi: - Por quê?
Danile: - Ele está obcecado por mim. Eu não entendo o que eu fiz pra ele.
Euzi: - Você não precisa fazer nada. Você é amável com todo mundo, é agradável, gentil, esperta, inteligente, bonita, é extrovertida, engraçada. Você é perfeita!
Danile: - Obrigada, mas eu nunca quis que ele gostasse de mim dessa maneira. Eu lembro que quando a gente namorava, ele me sufocava. Queria saber o que eu fazia, queria me acompanhar pra onde eu ia. Ele se irritava quando eu falava com alguém, enquanto estava com ele. Ele queria que meu mundo girasse em torno do mundo dele.
Euzi: - Isso é muito grave! Temos que fazer alguma coisa.
Danile: - O quê?
Euzi: - Primeiro vamos falar a verdade para as meninas.
Olá pessoal! Eu sou a Danile e vou contar essa parte da história, porque a Emi estava ocupada, com a boca amordaçada. A Euzi me convenceu a contar a verdade para as meninas, foi aí que eu recebi um telefonema. Veja só:
Danile: - Oi Emi, preciso te contar algo importante.
Diego: - Danile, aqui é o Diego. Quero que você venha me encontrar, caso contrário sua amiguinha vai pagar as consequências.
Danile: - O que você vai fazer com ela?
Diego: - Se você cooperar eu solto a sua amiguinha, sem nenhum arranhão. Se não vai acontecer com ela o mesmo que aconteceu com seu paizinho.
Danile: - Por favor, não faz nada com ela!
Diego: - Se você contar pra alguém...
Danile: - Eu não vou contar nada, eu juro!
Euzi: - O que foi Dani?
Diego: - Quem é que tá aí com você?
Danile: - Ninguém, é a televisão que está ligada.
Diego: - Não demora!
Danile: - Não vou demorar, já estou indo. Até logo!
Diego: - É bom mesmo!
Danile: - Euzi me ajuda!
Euzi: - O que houve?
Danile: - O Diego está com Emi.
Euzi: - De novo? Ela não vai desistir nunca!
Danile: - Você não está entendendo. Ele fez a Emi de refém e quer que eu vá encontrá-lo. Ele ameaçou matá-la! E a culpa é minha.
Euzi: - Vamos chamar a polícia!
Danile: - Não posso!
Euzi: - Por que não?
Danile: - Tenho um plano, eu sei que é arriscado, mas não vou passar a minha vida inteira me escondendo.
Euzi: - E se não der certo?
Danile: - Vai dar certo, tem que dar! Ele é perigoso, mas é previsível. E ele quer a mim. Então, eu serei a isca enquanto vocês tentam resgatar a Emi.
Euzi: - Dani por favor, vamos chamar a polícia, isso é muito arriscado! Além disso, agora pouco você estava morrendo de medo. O que fez você mudar de repente?
Danile: - Está enganada Euzi, eu estou morrendo de medo, mas a Emi sempre me ajudou e eu não vou permitir que ele a machuque.
Euzi: - Então vamos logo!
Danile: - No caminho eu explico o que devem fazer.

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário.
Por favor, não use palavras de baixo calão, caso contrário seu comentário será excluído. Ok?

Euzi Pink

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto

Posso não ser a mais forte ou a mais inteligente nem a mais bonita e nem a mais legal ...
Mas sou forte o suficiente para lutar.
Inteligente o bastante para aprender .
Legal a altura de não ser chata.
E bonita ao ponto de não ser feia!

Arquivo do blog