sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Tempos de Colegial Cap. 61

Kássio - Eu não tenho que te dar satisfações!!
Noel: - Emi, o que esse cara está fazendo aqui?
Eu: - Por favor Noel, não começa!
Noel: - Desculpa Emi. Eu vim te dar os meus pêsames. Eu realmente sinto muito pela sua irmã.
Eu: - Obrigada meu amigo, é muito bom ter os amigos por perto em horas difíceis.
Noel: - Você sabe que se quiser eu posso ser mais que um amigo.
Eu: - Agora não, por favor, Noel.
Kássio: - Você é muito inoportuno mesmo! Você não tá vendo que a Emi está sofrendo?
Noel: - Eu não tenho que ter ouvir. Por que você ainda está aqui?
Kássio: - Eu estou aqui, por causa da Emi, prometi à mãe dela que iria cuidar da Emi. E é o que pretendo fazer!
Noel: - Você não precisa mais ficar, porque eu já cheguei e posso fazer companhia pra Emi. Então, se quiser ir embora, já pode!!
Kássio: - Eu não vou discutir com você, em respeito à Emi, à mãe dela e à irmã dela, que era minha melhor amiga. Por isso fica na tua!
Eu: - As meninas ainda não sabem o que aconteceu.
Kássio: - Se você quiser, eu aviso a elas.
Kássio: - Tudo bem, pode avisar. Eu te agradeço muito.
Noel: - Emi, infelizmente, eu tenho que ir para casa, mas quero que saiba, que se precisar é só chamar. Tchau.
Eu: - Tchau, muito obrigada.
O Kássio ligou para as nossas amigas, avisando o que havera acontecido. Logo elas vieram me consolar.
Danile: - Amiga sinto muito. Saiba que pode contar comigo.
Eu: - Sei sim amiga, obrigada.
Andreia: - Oh minha amiga, não sei o que te dizer.
Márcia: - A Sami vai deixar muitas saudades. Sinto muito.
Eu: - Ainda não acredito que a Sami não vai mais cuidar de mim, nem acordar fazendo barulho, nem vai mais pra escola comigo. Não sei o que vai ser de mim sem ela. Deus, por favor, traz a Sami de volta.
Kássio: - Não fica assim Emi.
Eu: - Kássio, por favor, me ajuda!
Kássio: - Eu tô aqui Emi, não se preocupa, não vou te deixar.
Andreia: - A sua mãe tá chegando, Emi.
Sara: - Já liguei pro pai da Sami, ele já está cuidando do velório.
Corri até a mamãe e pedi perdão, por magoá-la.
Eu: - Mamãe, por favor, me perdoa. Eu não queria dizer aquilo.
Sara: - Não precisa pedir perdão filha. Está doendo em mim, tanto ou mais que em você. A Sami e você eram tudo pra mim. Agora eu só tenho você.
Não sabia o que estava por vir, só sabia que a Sami não estaria mais em nossas vidas.

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário.
Por favor, não use palavras de baixo calão, caso contrário seu comentário será excluído. Ok?

Euzi Pink

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto

Posso não ser a mais forte ou a mais inteligente nem a mais bonita e nem a mais legal ...
Mas sou forte o suficiente para lutar.
Inteligente o bastante para aprender .
Legal a altura de não ser chata.
E bonita ao ponto de não ser feia!

Arquivo do blog